Metodologia

Atualizado: 23 de nov. de 2020


Esta pesquisa exploratória dispõe de uma abordagem qualitativa com o intuito de investigar, por meio da técnica Delphi, quais os gargalos burocráticos e estruturais enfrentados no transporte de CEI (Carga Especial indivisível) na região metropolitana da Grande Vitória e extrapolar para os possíveis impactos na eficiência logística, assegurando maior fidedignidade na representação do fenômeno investigado e redução do viés metodológico.

Linstone e Turoff (2002),cita que Delphi é um procedimento para estruturar um processo de comunicação entre um grupo de indivíduos.

Visando uma análise aprofundada do fenômeno, restringimos o cenário empírico de investigação aos recursos extraídos do painel de especialista no qual consiste em practitioners, acadêmicos e agentes públicos envolvidos na pratica de movimentação da CEI, e análise de documentos a luz de Bardin, 2010.

Foram feitas duas rodados de entrevistas, baseando-se na análise documental do objeto de pesquisa e dirigindo questionamentos relevantes aos especialistas de diferentes áreas. Após a análise do documento e a coleta de informações, foram feita a tabulação dos dados e comparados para que caso exista saturação teórica do estudo, este artigo não perca seu valor de pesquisa teórica com o excesso de informações coletadas. A seguir roteiro utilizado no método Delphi:

Desenvolvimento Seleção dos Avaliação, 1o

Análise

Especialista consenso

Avaliação 2o rodada Delphi

Cenário desenvolvimento

de projeções

especialistas rodada Delphi

Mesa de pesquisa

Figure 3 - Fonte: Scenarios for the logistics services industry: A Delphi-based analysis for 2025 (Gracht, Darkow 2010)

No entanto para a análise das unidades de registros coletados a partir de documentação disponibilizada a priori e da entrevista semiestruturada a posteriori, aplicaremos sob a ótica de Bardin (2010), as unidades de registro, onde apesar de dimensão variável, é na ordem com o menor recorte que se extrairá do texto, podendo ser uma palavra-chave, um tema, objetos personagens, etc. O método de pesquisa aplicado a esse trabalho basear-se em Bardin (2010, p. 280) e tem as seguintes fases para sua condução: organização da análise; codificação; categorização; tratamento dos resultados, inferência e a interpretação dos resultados.


Para tal utilizaremos o software ATLAS ti 8 para Windows, o mesmo permitiu a utilização de recurso contagem de palavras, no qual se pretende trabalhar com análise a nível textual. Este recurso permitiu que o software tabulassem todas as palavras contidas nos documentos em ordem alfabética e com o número de frequência destas palavras, transposta para uma planilha de Excel. Uma vez gerada a planilha podemos codificar em grupos as unidades de registros.

Para Morais, na (1999) análise de conteúdo (AC), uma das etapas mais criativas é a categorização. Entretanto, seja com categorias definidas a priori, seja com uma categorização a partir dos dados, o estade critérios. As categorias devem ser válidas, exaustivas e ho

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Para melhor aplicação dos dados coletados a campo, foram realizadas duas rodadas de entrevistas semiestruturadas (rodadas Delphi), entrevistas essas pré-agendadas e realizadas em local e horário escol

A estrutura do transporte de cargas no Brasil passou por modernização em meados das décadas de 1990 e 2000, indo dês da renovação de frota nas transportadoras com a abertura econômica/comercial, passa

 
Manager (noscript) -->